Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Antigo sósia de Luis Fabiano, lateral do São Paulo esquece o ataque

Helder Júnior São Paulo (SP)

O novo lateral direito do São Paulo foi atacante durante a maior parte da carreira. Quando defendeu a Ponte Preta, em 2008, Luis Ricardo chegou até a ser comparado com Luis Fabiano – mas só pela semelhança física. “Como eu não fazia gols como ele, virei lateral”, brincou o jogador, oficialmente apresentado no CT da Barra Funda nesta terça-feira.

Revelado pela Ponte Preta, Luis Fabiano era um dos ídolos da juventude de Luis Ricardo, torcedor declarado do São Paulo. “Às vezes, eu fazia gols e gritava: ‘Luis Fabiano!’”, contou o lateral direito, repetindo um já tradicional coro dos são-paulinos.

Pelos seus feitos como lateral – e não como atacante –, hoje Luis Ricardo pode comemorar a oportunidade de ser companheiro de clube de Luis Fabiano, com quem conversou nos dois primeiros dias de pré-temporada do São Paulo. “Aprendi a marcar sem deixar de ser um jogador agressivo. A torcida pode esperar alguém bastante aguerrido, voluntarioso. Já são quatro anos jogando nessa nova posição”, discursou.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Comparado ao ídolo Luis Fabiano na Ponte Preta, Luis Ricardo realizou o sonho de defender o São Paulo
A transição de Luis Ricardo do ataque para a lateral foi espontânea. Em 2009, ele acabou incumbido pelo técnico Silas a assumir a ala direita do Avaí. “Depois, já na Portuguesa, houve um jogo atípico, em que o nosso lateral acabou expulso. Eu era centroavante, mas me ofereci ao Jorginho para atuar ali. Quando o jogo acabou e o Jael foi contratado, o professor avisou que era para eu me virar de vez de lateral”, acrescentou o ex-atacante.

Portanto, se Luis Fabiano se machucar novamente, o técnico Muricy Ramalho já sabe a quem poderá recorrer – ainda mais depois das saídas de Aloísio e Welliton do elenco. “A lateral foi algo que aconteceu na minha trajetória. Hoje, se me perguntarem, respondo que prefiro jogar ali. Virei um lateral de verdade. Mas, caso o nosso treinador precise, posso ser centroavante. Estarei sempre à disposição”, disse o voluntarioso Luis Ricardo.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade